Como o Atlético conseguiu ficar com 27% do total (2,5 milhões de euros) da venda de Róger Guedes para o Shandong Luneng, da China, e não somente com os 5% de taxa de vitrine (seria cerca de 112,5 mil euros) sobre os ganhos do Palmeiras? O valor é 22 vezes superior ao que o clube receberia. Em entrevista à Itatiaia, o presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara, explicou a negociação que fez o Galo lucrar bastante com a saída do atacante, que é o artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Segundo Settte Câmara, o Atlético ‘jogou’ com a ‘pressa’ do Palmeiras em vender o atacante. Por contrato, o clube alvinegro tinha 72 horas para responder a uma notificação dos paulistas sobre uma proposta oficial por Róger Guedes. Mas como o Shandong tinha até esta sexta-feira para fechar a contratação do jogador, a resposta teria que ser dada em prazo menor para o Verdão não perder a venda.

Assim, o Galo aproveitou o ‘desespero’ da diretoria palmeirense para bater o martelo com os chineses para barganhar um aumento considerável para dar a resposta liberando o jogador.

Fonte: http://www.itatiaia.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here