Foram apreendidos 8 quilos da droga, uma balança de precisão e um pé de maconha

A equipe do Pelotão de Recobrimento Tático Móvel, da 17ª Companhia de Polícia Militar Independente, de João Monlevade,  apreendeu na noite desta quinta-feira (12), 8kg de maconha em uma abordagem no Bairro Novo Cruzeiro, seguida de diligências no bairro Laranjeiras.

Segundo a polícia, durante patrulhamento pela Rua Marques de Caravelas, no Bairro Novo Cruzeiro, os militares depararam com uma motocicleta com dois ocupantes em atitude suspeita, circulando em baixa velocidade pelo local. O veículo foi parado e durante a abordagem os policiais perceberam um forte odor de maconha e ainda, perceberam que o garupeiro, um menor de 17 anos, estava bastante nervoso. Indagado ele confessou estar levando em uma mochila cinco quilos de maconha. O condutor da moto disse que trabalha como mototaxista e que o menor havia solicitado uma corrida do Bairro Laranjeiras até o Novo Cruzeiro, e que não sabia o que o menor transportava nem mesmo exatamente qual era o seu destino.

Diante do flagrante os policias foram até a residência do menor no Bairro Laranjeiras, onde fomos recebidos pela mãe dele. Durante buscas no quarto do menor, foi localizada dentro de um armário outra barra de maconha, bem como uma balança de precisão, utilizada, segundo ele, para pesar o entorpecente e preparar para a venda. Ele disse ainda para a polícia que havia adquirido 10 kg da droga, na última quarta-feira (11), em Belo Horizonte, e que parte do entorpecente ficou guardada na casa de outro menor, de 17 anos. Os policias também foram até a residência dele onde localizaram, dentro de uma caixa de madeira para instalação de som automotivo, mais duas barras da droga. O restante da droga ele já teria repartido com outros comparsas. Um deles, de 19 anos, ao perceber a aproximação dos policiais correu e entrou em uma residência. Com ele foram encontradas duas porções de maconha.

Segundo a polícia, durante a abordagem foi possível ouvir a descarga do banheiro e provavelmente o rapaz teria dispensado mais drogas no sanitário.

Uma mulher, de 31 anos, também foi presa. Segundo a polícia ela atuava como “olheira do tráfico”, vigiando o entorpecente que ficava em um lote de frente a sua residência. Questionada ela relatou confirmou que a droga havia chegado no dia anterior e que os menores preparavam o entorpecente para a venda. Disse ainda que na tarde de quarta-feira o dono da droga, que não foi localizado pela polícia, havia ameaçado um dos menores com uma arma de fogo.

Os quatro envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os materiais apreendidos.

 

Fonte: Bel SIlva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here